"NADA NOS DEIXA TÃO SOLITÁRIOS QUANTO OS NOSSOS SEGREDOS" - Paul Tournier

sábado, 15 de dezembro de 2012

Eu vou sobreviver

No início eu tive medo, fiquei paralisada.
Fiquei pensando que nunca conseguiria viver sem você ao meu lado.
Mas então eu passei muitas noites pensando como você me fez mal...

E eu me fortaleci
E eu aprendi como me arranjar
E então você reaparece do nada
Bastou eu entrar para encontrar você aqui
Com aquela aparência triste no seu rosto

Eu devia ter mudado a droga da fechadura
Eu devia ter feito você deixar sua chave
Se eu soubesse, apenas por um segundo
Que você voltaria para me incomodar

Bem, agora vá!
Saia pela porta!
Simplesmente dê meia volta agora
Porque você não é mais bem-vindo

Não foi você quem tentou me machucar com o adeus?
Você pensou que eu me rasgaria em pedaços?
Você pensou que eu deitaria e morreria?
 Oh não, eu não!
Eu vou sobreviver!

Enquanto eu souber como amar
Eu sei que permanecerei viva
Eu tenho minha vida toda para viver
Eu tenho meu amor todo para dar
E eu vou sobreviver!

Foi preciso toda a força que eu tinha para não cair em pedaços
E tentando duramente remendar os pedaços do meu coração partido
E eu passei muitas noites só sentindo pena de mim mesma

Eu costumava chorar
Mas agora eu mantenho minha cabeça bem erguida
 E você vai me ver, como um novo alguém
Não sou aquela pessoinha acorrentada
Ainda apaixonada por você

 E então você teve vontade de fazer uma visita
E só me espera pra ser livre
Agora estou guardando todo meu amor para alguém que me ame

Vá, agora vá! Saia pela porta!
Simplesmente dê meia volta agora
Porque você não é mais bem-vindo
Não foi você quem tentou me machucar com o adeus?
Você pensou que eu me rasgaria em pedaços?
Você pensou que eu deitaria e morreria?
 Oh não, eu não! Eu vou sobreviver!

Enquanto eu souber como amar
Eu sei que permanecerei viva
Eu tenho minha vida toda para viver
Eu tenho meu amor todo para dar
E eu vou sobreviver.


Nenhum comentário:

Postar um comentário