"NADA NOS DEIXA TÃO SOLITÁRIOS QUANTO OS NOSSOS SEGREDOS" - Paul Tournier

terça-feira, 12 de julho de 2011

black hole

é, parece que tem um buraco negro aqui no meu peito.
eu sinto tanta falta, de um monte de coisas que eu nem sei o que são.
Sinto falta de lugares, de pessoas... de sentir, de viver coisas que nunca vivi.

Sinto falta de ser eu. Com os outros, e comigo...
sinto falta das coisas que me faziam bem e hoje já não fazem mais.

Eu só queria que as coisas voltassem a ser iguais já foram um dia.
Iguais aos dias em que eu recebia e-mails e declarações, da pessoa que supostamente deveria me amar e me tratar melhor do que todos os outros em volta.

Sinto falta de ser querida.
de alguém sentir a minha falta. sentir saudades de mim, e de querer me abraçar forte, e não me deixar partir.
Sinto falta da intensidade. Hoje parece que toda aquela água que borbulhava, está totalmente fria.
sinto falta do quente. do calor, de não chorar, ou sentir dor.
sinto falta de estar feliz, e compartilhar a minha felicidade com alguém que fique feliz junto comigo.

Sinto falta de tudo o que houve um dia, e que não há mais quase nada hoje.
talvez, não hajam nem lembranças.

Eu só queria voltar a ser criança. Quando nada fazia falta...
nem os meus pais que eu só via aos finais de semana...
os joelhos ralados cicatrizavam muito mais rápido...

só isso.

Nenhum comentário: