"NADA NOS DEIXA TÃO SOLITÁRIOS QUANTO OS NOSSOS SEGREDOS" - Paul Tournier

segunda-feira, 30 de maio de 2011

era uma sensação estranha

se sentir natural em alguma coisa. Como humana, eu nunca
fui à melhor em nada. Ninguém dava troféus a leitores de livros. Depois de dezoito anos de mediocridade, eu acabei ficando muito boa em ser comum. Agora eu me dava conta de que há muito tempo eu tinha desistido das pretensões em brilhar em alguma coisa. Eu só fazia o melhor com o que eu tinha, nunca me adequando ao meu mundo. Então isso era diferente. Eu era incrível agora – para eles e para mim mesma. Era como se eu tivesse nascido para ser vampira. A idéia me fez querer rir, mas também me fez querer cantar. Eu tinha encontrado meu verdadeiro lugar no mundo, um lugar onde eu me encaixava, um lugar onde eu brilhava.
                           Breaking Dawn, Capítulo 26

Nenhum comentário: