"NADA NOS DEIXA TÃO SOLITÁRIOS QUANTO OS NOSSOS SEGREDOS" - Paul Tournier

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Uma de amor

- O que foi dessa vez? - Tentei fazer cara de seria, erguendo uma sobrancelha.
- Nada ué. E que... andei pensando bastante ultimamente.... - seu sorriso sumiu.
- Pensando em que? serio, você esta me assustando... - ele riu.
...
- Casa comigo? - ele disse ainda sorrindo.
- QUE? - eu disse, totalmente perplexa, tipo ''aloca'' - como assim, CASAR?
- De por anel no dedo, e ate que a morte nos separe, e bla bla bla, você sabe... - ele disse sorrindo. O meu sorriso.
- De marido e mulher? O_O - eu ainda estava zonza. Provavelmente estava delirando, devido ao efeito da medicação. sera? Me belisquei e doeu. então era real... Ele me encarava, sorrindo, esperava uma resposta. - Supondo que eu aceite... hm.. Onde iremos morar?
- Ah, isso e o de menos - Ele disse revirando os olhos ainda sorrindo - Ate de baixo da ponte e coberto... - e piscou, dizendo isso em tom de brincadeira.
- Então ta.. SE VIRA. ninguém mandou pedir. e eu nao saio daqui sem uma CASA - soletrei casa pra que ele pudesse entender claramente. Fingi estar com raiva.
Ele sorriu. E veio me beijar, esquecendo-se que eu estava cheia de tubos e agulhas. - AI ! - gritei. Ele me olhou assustado... - Caramba meu! nem casou e ja quer ficar viuvo?
- HAHA.. sua boba. Vou chamar a enfermeira. - e saiu do quarto. me deixando ali com meu sorriso, meus pensamentos... e provavelmente, mesmo estando ali, num hospital, com soro, e cheia de tubos, aquele instante foi um dos mais felizes em toda a minha vida. Fechei os olhos e adormeci, esperando a enfermeira voltar.



-----
texto de: @jenn_smach.
PS.: noa me lembro da minha imaginação fértil assim ha tempos, então.. ontem , fui fazer faxina no meu quarto, e achei esse texto entre meus desenhos e papeis. e muitas outras historias fofinhas como essa. mas essa me cativou. como a escrevi, e de onde surgiu a idéia, nao sei. mas devo admitir, ficou boa :)

acho que vou dar continuação a ela \O/

terça-feira, 4 de maio de 2010

Preguiça que me domina

Caraa.. to me sentindo uma lesma.. to naquelas de "come-caga-dorme"
nasss... esse preguiça de todos os dias tá acabando comigo..
tudo bem que esse frio até ajuda na hora do sono, e na vontade de ficar de baixo da coberta, com um copão de chocolate quente, e um bom livro pra ler... Seria até uma cena perfeita, se a minha vida pessoal contribuísse.. maaas esse tipo de coisa (que seria o paraíso pra mim) não rola comigo, pelo menos não nessa vida.
e hoje.. fui intimada... "você tem três opções":
nº1 - ou arrumo vergonha na cara e viro escrava dessa casa de uma vez.(na minha percepção é bem isso...)
nº2 - ou arrumo um trabalho pra fugir disso aqui.(o que não seria nada mal..não fosse pela minha idade --')
nº3 - ou arrumo um infeliz que case cmg e me leve daqui. (que eu acho bem improvável, visto que nem tenho namorado -'-)


enfim.. como vcs viram, não são opções que contribuem muito para a minha felicidade né.
visto que tudo o que eu queria era poder viver minha aolescência feliz.. mas...
é isso, a vida não é perfeita. e eu tenho que dar m jeito JÁ, de me livrar dessa preguiça que me acompanha...

ai.. cansei.. *boçejão* acho que vou dormir um pouquinho mais...
bgs bgs :*