"NADA NOS DEIXA TÃO SOLITÁRIOS QUANTO OS NOSSOS SEGREDOS" - Paul Tournier

segunda-feira, 5 de abril de 2010

CCAA :)

Na minha inútil vida social, às vezes eu posso dar uma escapulida, porque existe o meu querido e amado "curso de inglês", juro que é a melhor coisa da minha vida :)(sem ironia). Então..
No trajeto "casa-curso" muitas coisas podem acontecer.. de verdade..rs
como exemplo, acompanhe a seguinte cena:

22/O9/2OO9 (terça feira)
- Mãe, me leva no ponto?

-Tá. vai se arrumar logo.

Me arrumei, e fomos pro ponto esperar o buzão... e eu né, no maior papo com a mamis, neeem me liguei no buzão chegando... qnd eu vi, já tava correndo na avenida, quase me jogando na frente do onibus pro motorista me ver... Sim, eu quaaase fui atropelada. --'

Cheguei no buzão toda descabelada,[/eu tinha ficado pouco menos de 2 horas arrumando o cabelo pra ir pro curso, trabalho em vão --']e cansada. Fui passar na catraca, empaquei com a bolsa. Não passava e quando eu consegui sair, quebrei a régua da Élica que tava na bola. ferrous D:

BLS. fui indo pro lugar onde eu deitava no fundão e capotava, qndo o motorista freia, e eu quase caio de cara no chão do buzÕ. Qnd me recompus, que eu percebi, tinha um carinha (deus-grego diga-se de passagem) Rindo, de mim. Ele cascava o bico.. juro que nem fiquei sem graça U.U

sentei no banco atrás dele, e começei a ler meu precioso "Hilda Furacão" (É MUITOOO LOCO). No ônibus, nem tinha muita gente, se tiveesse dez pessoas, era muito. Do nada, chega uma senhora e senta do meu lado.. Joga a bolsa em mim e pans. meio 13 sabe? rs

Na hora que ela senta, vem aquele cheiro forte de roupa velha, do suéter dela... Começei a passar mal na hora. Ela até que era bem simpática.. mesmo...

- Olha, de verdade, eu queria te fazer compania, mas eu to passando super mal, e nem vo abri essa janela, porque senão vai molhar a sra. toda - e sorri pra ela. Ela, no mínimo deve ter achado que eu era pancada. me olhou com cara de ueé, e nada respondeu. Me levantei e fui pro banco na frente do rapaz. Fiquei em pé, com a janela aberta e com a cabeça quase toda pra fora, molhando o rapaz todo. eu ria em pensamento. e eu ouvia, ele ria de mim --'

Depois que eu sentei e me aquietei né, o motorista me dá uma senhora freiada, e eu, que estava lendo meu livro, quieta, de cabeça baixa, bati minha cabeça no banco da frente. O cara começou gargalhar. SEM ZUERA D: Eu levantei.. e sentei do lado dele.

-E aí, bls?

-Bls. e vs?

-bls :) então... vs é de onde?

- So de Maresias. e vs?

-So de Juquehy...

-humm.. legal...

- é... então, tá indo pra onde?

- Bertioga. e vs?

-Bertioga tb. -euri, foi muito besta, pq estávamos no Litorãnea. que vai para .......... Bertioooga :D - Qual seu nome?

-Meu nome é Thiago. - PUTA MERDA, eu pensei, VEEEELHO, CEIS tem noção, de um mês pra cá, todo par de calça novo que eu conheço, chama Thiago. É muito cagado, SUPER esquisito, mesmo... --'

-Legal. Oi Thiago, meu nome é Jennifer. - eu sorri, e ele sorriu.- É legal ter do que rir em um ônibus né :) - eu fui sarcástica.

- . . . - Eu ri mais uma vez. Porque ele nada respondeu.

Levantei e voltei pro meu lugar, onde capotei. e só acordei um ponto antes do que eu ia descer. PURA SORTE DIGA-SE DE PASSAGEM. Nem me pedi msn. Só disse tchau e desci.

NA VOLTA PRA CASA...→ Perdi o ônibus que vinha direto pra juquehy e que só passava de uma em uma hora. e perdi mais dois que vinham até a metade do caminho. Quando eu finalmente peguei um ônibus, já estava no ponto há uma hora. isso é, eu tinha uma hora exata pra estar em casa. ÓBVIO que esse dia, eu só voltei pra casa depois da escla porque eu tive que ir direto pro purgatório passar quatro tediosas horas.

e esse foi meu dia de terça feira. Vou aprender a turnar RPG agora. BGS BGS



bgs bgs Jenn :*

Nenhum comentário:

Postar um comentário